4 verdades difíceis de engolir sobre o castigo

Precisamos refletir sobre punir nossos filhos nos momentos em que eles mais precisam de nós.

1. Você passa a mensagem errada para a criança

Quando você coloca o seu filho no “Cantinho do Pensamento”, você pensa que está dizendo: "Vá pensar no que você fez de errado", mas na verdade é: "Eu só gosto de você quando você cumpre as minhas condições."

Forte, né? A mensagem principal que você passa para o seu filho através do “Cantinho do Pensamento” é que o amor é condicional. Que a criança precisa obedecer certas condições para ser amada e aceita. 

2. Você manda a criança pensar no que fez, só que não

Quando você manda seu filho para o “Cantinho do Pensamento”, você imagina que ele irá refletir sobre o que ele fez de errado, mas isso que está sendo exigido dele condiz com sua capacidade?

Imagine uma criança de dois anos, que ainda tem dificuldades de lidar com emoções fortes, como frustrações. Qual a possibilidade dela conseguir lidar com pensamentos complexos como estes?

3. Você foca no comportamento ao invés da relação

O problema da disciplina tradicional é que ela nos condiciona a pensar e agir a partir do comportamento. Somos levados a pensar que o comportamento é um problema a ser resolvido, mas fazer isso é ignorar as necessidades não atendidas da criança.

Quase sempre, um “mau comportamento” é a expressão de uma necessidade não atendida que, muitas vezes, as crianças nem sabem como comunicar.

4. Você afasta seu filho quando ele precisa de você

A última coisa que nós, pais e mães, queremos é nos afastar dos nossos filhos. Entretanto, os afastamos no momento em que eles fazem algo de errado. Quando eles mais precisam de acolhimento, recebem afastamento como resposta.

Se nós acostumamos nossos filhos com pais distantes, seja deixando-os chorar sozinhos ou seja colocando-os de castigo, por que é que nós ainda nos surpreendemos quando eles crescem e se distanciam de nós?

Essas ferramentas podem até calar a criança. Mas será que não vale a pena respirar fundo e pensar em como a nossa decisão nesse momento pode mudar o futuro dos nossos filhos? Não é fácil, mas é recompensador.

Vem descobrir e desconstruir outros mitos da parentalidade: 

Educação parental Criação com apego Disciplina positiva

Paizinho, Vírgula no Youtube

Thiago Queiroz