fbpx

29 de agosto de 2019

Pai da Lis e da Ester

“É gêmea, é?” “Sim, são gêmeas.” “Ai que coisa linda!” Em geral a conversa para por aí. Se for uma pessoa supersticiosa, algo frequente onde moro, talvez acrescente um “Benza-te Deus! Pra não pegar mal olhado!”. Se eu ganhasse um abraço para cada diálogo desses, talvez eu fosse a pessoa mais abraçada da cidade… Há

Leia mais »

QUER MAIS CONTEÚDO?

assine agora e receba o melhor sobre relacionamentos e infância, de graça!