Com Licença, Você Ainda Pode Ajudar!

"Hoje é um dia para se comemorar! Hoje, foi atingida a meta do projeto de financiamento coletivo do documentário Com Licença. Hoje, o brasileiro mostrou, mais uma vez, que está disposto a apoiar as causas que são relevantes. Há 48 horas estávamos em 24% da meta. Em menos de dois dias, nós conseguimos virar o jogo e fazer esse projeto ser possível! É pra ficar orgulhoso ou não? Mas ainda não acabou, você ainda pode contribuir, ou ajudar a divulgar entre os seus amigos!"

Hoje é um dia para se comemorar! Muito! Hoje, foi atingida a meta do projeto de financiamento coletivo do documentário Com Licença. Hoje, o brasileiro mostrou, mais uma vez, que está disposto a apoiar as causas que são relevantes.

A meta foi atingida hoje, justo no último dia da campanha. Mas o dia ainda não acabou! Isso significa que se você ainda não colaborou, pode fazer isso até as 23:00 de hoje. Lembre-se que quanto mais fundos o projeto arrecadar, menos ele dependerá de patrocinadores! Ou seja, mais eles podem avançar na produção sem esperar pelos patrocínios.

E aqui vai a parte mais incrível do projeto de arrecadação: há 48 horas estávamos em 24% da meta. Em menos de dois dias, nós conseguimos virar o jogo e fazer esse projeto ser possível! É pra ficar orgulhoso ou não?

Então participe e, mais ainda: divulgue! Temos poucas horas para o fim da corrida, então a divulgação boca a boca é o que vai fazer a diferença. Divulgue nas suas redes de amigos, porque certamente tem muita gente que ainda não conhece esse lindo projeto! Eu mesmo fiquei espantado hoje, pela manhã, quando descobri que muitos amigos meus não conheciam. Então divulguem!

Aqui está o link para fazer a sua contribuição: Com Licença.

Por fim, eu só tenho a comemorar com todos que apoiaram a causa e a agradecer à Bia Siqueira e ao Gui Abrunhosa por terem dedicado tanto de si a um projeto tão importante.

Se você ainda não sabe o que é o documentário Com Licença, é um  projeto de documentário (70 minutos) que tem como objetivo investigar os dilemas diários da vida envolvendo Maternidade e Carreira, sob diversos pontos de vista, através do olhar de profissionais, mães, pais, empresas e organizações. Hoje é um fato o espaço de conquista cada vez maior da mulher no mundo (masculino) do trabalho. Incontestável. Mas quando ela fecha a porta de casa e sai pra esse mundo do trabalho, como fica a casa? E os filhos? Quando nasce um filho, diversas peças de um mesmo quebra-cabeça precisam se mexer. É preciso criar um espaço antes inexistente, tanto na vida do casal, quanto na dos pais solteiros. Na vida daquela família, dos vizinhos, na vida de amigos e dos parceiros de trabalho, na do governo, e por fim, na vida de uma sociedade. Logo: não, esse não é um filme apenas para quem tem filhos. É, sim, um filme sobre todos nós.

Se você quiser, pode assistir o trailer aqui.

Newsletter

Não perca o melhor do Paizinho no seu email.

Thiago Queiroz

Thiago Queiroz

Sou Thiago, marido e pai. Também sou outras coisas, mas praticante mesmo, só marido e pai. Meus filhos, Dante e Gael, nasceram em casa e, desde o nascimento do Dante, mergulhamos no ativismo pelo parto e pela criação com apego. Hoje, sou líder do grupo de apoio para criação com apego: API Rio, e também educador parental certificado para disciplina positiva.
X