fbpx

Como a paternidade me transformou

"Eu sempre tento chamar os pais que não exercem suas paternidades em toda sua plenitude a refletirem sobre o quanto é incrível estar junto, trocar e aprender com nossos filhos."

“Hoje, tudo que eu olho ao meu redor, diz respeito à minha paternidade.
Eu não consigo mais me definir, de forma melhor ou mais precisa senão como Pai.
As outras coisas vêm depois.”

Thiago Queiroz

 

Quando eu falo que a paternidade me transformou, parece clichê, mas não tem outra forma de definir todas as mudanças que a chegada do Dante, e depois Gael, Maya e Cora causaram na minha vida.

Aos poucos, ser pai e tudo que eu fui aprendendo nesse caminho foi dominando os espaços da minha vida, e hoje eu vivo a paternidade no dia a dia, no cuidado com as crianças mas não apenas isso.

Eu produzo conteúdo aqui, no YouTube, nos podcasts, escrevo sobre isso, faço palestras em escolas e empresas e, de alguma forma, esse tema também virou meu trabalho.

E isso só aconteceu porque, de fato, ser pai é uma das coisas que eu mais amo na vida, mas sem querer romantizar, porque eu sempre digo aqui e mostro o quanto também é desafiador. Só que até os perrengues ficam pequenos diante de tanta alegria, amor, afeto que eu recebo, das tantas coisas que eu aprendo e dos momentos que eu vivo com os meus filhos.

Por isso, eu sempre tento chamar os pais que não exercem suas paternidades em toda sua plenitude a refletirem sobre o quanto é incrível estar junto, trocar e aprender com nossos filhos. Sobre todo o amor envolvido nessa relação e tudo o que a gente tem a ganhar, muito mais que qualquer outra experiência que a vida possa proporcionar.

Se você ainda não atendeu esse chamado, sempre há tempo. Aproveite para refletir sobre isso. 😉

Thiago Queiroz

Thiago Queiroz

Pai de quatro filhos, escritor, palestrante, psicanalista em formação, educador parental, host dos podcasts Tricô de Pais e Vai Passar, autor dos livros "Queridos Adultos", "Abrace seu Filho" e "A Armadura de Bertô", e participou do documentário internacional "Dads".

Newsletter

Não perca o melhor do Paizinho no seu email. De graça

Veja esses conteúdos também!

O que esperar dos avós? | Paizinho, Vírgula!

E quando os nossos filhos não recebem atenção dos avós ou não como os outros netos? Situação difícil, não é? Trouxemos a dúvida de uma seguidora e falamos sobre esse tema tão delicado mas que é comum para muitas famílias. Vem conferir e comente se já passou por algo parecido ou se esse vídeo te

Leia mais »

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER MAIS CONTEÚDO?

assine agora e receba o melhor sobre relacionamentos e infância, de graça!