fbpx
dad-listening-to-daughter-s-problems-with-attentio-2022-02-09-23-50-41-utc

O que o comportamento do seu filho está tentando te dizer?

"O comportamento é um reflexo de algo que a criança está com dificuldade e não consegue comunicar. Precisamos entender a causa do comportamento para lidar com ele. "

Uma das coisas mais importantes que eu aprendi com meus estudos sobre disciplina positiva e comunicação não-violenta é que o comportamento diz respeito a algo que a criança está sentindo e não consegue comunicar. Que existe alguma necessidade não atendida que precisa ser olhada. 

Nenhuma criança apresenta um mal comportamento sem motivo. Ao contrário do que a sociedade acredita, crianças não são seres dissimulados e manipuladores. Pelo contrário. Crianças só querem ser aceitas e amadas. 

E se de alguma forma ela está agindo de forma desafiadora, é porque existe algo que precisa ser olhado e cuidado. 

Nossa visão sobre o comportamento costuma ser muito superficial e não paramos para buscar o que a criança está tentando comunicar, mas ainda não tem maturidade para elaborar. 

Adultos também se comportam mal quando alguma coisa incomoda. São rudes, ficam irritados e reclamam de tudo. Só que no caso dos adultos, nós tentamos descobrir o que aconteceu para ele agir assim. 

Por isso é tão importante um olhar curioso e cuidadoso para a criança que está com algum comportamento desafiador. No lugar de pensar como corrigir, se pergunte o que pode estar causando isso. 

Qual o contexto do comportamento? Teve alguma mudança na rotina, na dinâmica da família? O que ela pode estar com dificuldade de expressar? 

Por exemplo: Você vai buscar seu filho na escola e ele chora e grita por qualquer motivo que seja. Punir e gritar com ele não vai acalmá-lo. Talvez tenha passado o dia na escola controlando várias emoções fortes e ao te encontrar, ele se sentiu confortável e seguro para extravasar toda a tensão dos momentos que ele estava longe.  

Nesse caso é interessante saber com a escola se teve alguma situação diferente, alguma mudança na turma, na rotina ou algo que cause sofrimento na criança e que justifique o comportamento dela.

Outro exemplo é quando depois de passeio ou um dia legal brincando, a criança passa a ter comportamentos desafiadores, a se jogar no chão, gritar e chorar. Além de motivos físicos como sono, cansaço e fome, ela pode agir assim porque de fato é muito difícil parar a brincadeira ou atividade divertida para ir embora. Ela não está agindo mal por que é mal ou ingrata. Ela está frustrada. 

Podemos dar nome a esse sentimento, validar que realmente é muito divertido e que ter que ir embora é chato mas que vocês precisam ir. E acolher se for necessário.

A criança que se comporta mal está pedindo ajuda para lidar com algo que ela sente e não consegue dar conta. 

E é pra isso que precisamos olhar. Muito além de pensar na ferramenta ou estratégia para resolver o comportamento.

O que o comportamento está tentando te comunicar? 

Newsletter

Não perca o melhor do Paizinho no seu email. De graça

Veja esses conteúdos também!

Minha relação com as REDES SOCIAIS | Paizinho, Vírgula!

Será que não está na hora de refletimos sobre o volume de informações que temos consumido e no quanto isso tem impactado nas nossas relações e na forma de lidar com o mundo? Vem comigo nessa conversa para entender os meu motivos pelos quais vamos mudar a forma de produzir conteúdo por aqui. Jogos –

Leia mais »

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

QUER MAIS CONTEÚDO?

assine agora e receba o melhor sobre relacionamentos e infância, de graça!