fbpx

Pediatras: Qual a Sua Relação Com Eles?

"Quais experiências que você teve com pediatras, quantas vezes você já trocou de pediatra, qual o tipo de consulta, qual a sua visão quanto o papel do pediatra?"
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Meu texto da semana para Os Mamíferos é, na verdade, uma continuação do texto da semana passada. E dessa vez, conto com a sua participação!

Pediatras: Qual a Sua Relação Com Eles?

Na semana passada, escrevi sobre pediatras e responsabilidades. Mais especificamente, sobre o problema cultural que temos no Brasil, terceirizando as responsabilidades sobre os nossos filhos para médicos pediatras. Você pode ler o texto completo aqui: Pediatra? Quem Manda Aqui Sou Eu!

De qualquer maneira, o post teve uma repercussão muito bacana. Muita gente já leu o post e algumas pessoas participaram da discussão, contando suas experiências. De maneira quase absoluta, os comentários mostravam uma visão muito parecida à minha, ou seja, pais que assumem a responsabilidade sobre seus filhos e questionam as informações dadas pelos pediatras. Justamente por eu estar envolvido em círculos de mulheres (e homens) empoderadas e munidas de muito conhecimento, estou acostumado a ver esse tipo de atitude, mas sei também que essa não é a maioria absoluta no Brasil. Ainda.

Mas então, o que me traz aqui, para falar sobre o mesmo assunto? Dois comentários.

Antes de falar mais, gostaria de esclarecer que a legislação brasileira permite que blogueiros sejam responsabilizados pelo conteúdo divulgado em seus blogs e isso inclui os próprios comentários, mesmo que esses comentários sejam feitos por terceiros. Sendo assim, há uma grande responsabilidade dos autores sobre a moderação de comentários, e isso passa, inclusive, por comentários que os autores considerem como ofensivos.

Esses dois comentários foram devidamente rejeitados, mas me fizeram pensar: será que existem pessoas que acreditam tão piamente em seus pediatras, a ponto de se revoltarem com textos como o que eu publiquei? Será que as minha alegações são tão graves a ponto de algumas pessoas entenderem que isso seja uma permissão para proferirem ofensas pessoais?

Não consigo entender isso, de verdade. E é justamente por isso que decidi pedir a ajuda de vocês, que leem os meus posts, participando de uma pesquisa ultra rápida. Eu também detesto pesquisas longas, então limitei a minha a apenas seis perguntas de múltipla escolha, que você responde em menos de três minutos. O meu objetivo agora é tentar traçar um perfil dos pais e mães desse nosso micro universo de gente que se informa na internet e tem filhos.

Essa pesquisa cobre basicamente as experiências que você teve com pediatras, ou seja, quantas vezes você já trocou de pediatra, qual o tipo de consulta, qual a sua visão quanto o papel do pediatra, etc. É muito importante lembrar que a pesquisa é anônima, pois meu objetivo limita-se apenas a ter resultados numéricos para fazer comparações no futuro. Vocês podem participar de três maneiras:

  • Respondendo à pesquisa no Google Docs, nesse link
  • Respondendo às perguntas nos comentários desse post
  • Enviando suas respostas ao email: [email protected]

As perguntas que proponho são essas:

  • Qual a idade do seu bebê/filho(a)?
  • Por quantos pediatras diferentes você já passou?
  • Você está satisfeito(a) com o pediatra atual?
  • Qual o tipo de consulta que você tem com o pediatra?
  • Qual a postura que você normalmente tem, perante o pediatra?
  • Para você, qual a principal finalidade das consultas com o pediatra?

Conto com a participação de vocês!

Thiago Queiroz

Thiago Queiroz

Pai de quatro, escritor, educador parental, criador do site e canal no YouTube Paizinho Vírgula!, host dos podcasts Tricô de Pais e Vai Passar, autor dos livros "Abrace seu Filho" e "A Armadura de Bertô", e participou do documentário internacional "Dads".

Newsletter

Não perca o melhor do Paizinho no seu email. De graça

Veja esses conteúdos também!

Comentários

5 comentários em “Pediatras: Qual a Sua Relação Com Eles?”

  1. Me sentindo sortuda… uma única pediatra!
    Pratica de fácil acesso e com bom senso!
    Além de excelente capacidade técnica!
    Acho que por isso não me senti contemplada nas opções de respostas do tipo de consulta pois já passei da fase de checar 100% das condutas dela e decidimos tudo numa parceria muito boa e a partir conversas com trocas de informações.

  2. Lauro Kociuba no Facebook

    Pior q tive a primeira experiência medonhamente terrível, a segunda menos pior e a terceira (e recente, ainda numa busca por algum profissional decente) ta indo até bem…

    Assim q chegar em casa a noite eu participo. o/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

QUER MAIS CONTEÚDO?

assine agora e receba o melhor sobre relacionamentos e infância, de graça!