Preparando para a Gestação, Nascimento e Criação – Criação com Apego

"A criação com apego tem como essência uma retomada à criação baseada por instinto, que já era praticada por nossos ancestrais. Esse estilo de criação visa estabelecer vínculos saudáveis entre os pais e seus filhos, que perduram pela vida inteira."
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

(traduzido e adaptado por Thiago Queiroz, da versão inglesa, link original)

As páginas seguintes contêm uma versão condensada dos Oito Princípios. Se você possuir dúvidas sobre estes Princípios, ou sobre como aplicá-los na sua família, por favor, entre em contato com um Líder API próximo a você, ou poste suas dúvidas e comentários no fórum da API.

ap01

A extraordinária jornada da nova vida é uma experiência positiva e transformadora. A gestação oferece aos pais uma oportunidade de se preparar física, mental e emocionalmente para a paternidade. Tomar decisões embasadas sobre o nascimento, cuidados com o recém-nascido, e sobre práticas de criação são um investimento crítico no relacionamento com apego entre pais e filhos. A educação é o componente chave da preparação para as decisões difíceis que os pais precisarão tomar. E isso é um processo contínuo, uma vez que cada estágio de crescimento e desenvolvimento traz novas alegrias e desafios.

Durante a preparação para o nascimento de um filho, é fácil ser pego nas coisas materiais associadas à gestação, nascimento e cuidados com o recém-nascido. Pequenas roupas para bebês, a última moda em roupas para gestantes, e utensílios para bebês podem ser parte da preparação para o bebê, mas o mais longo investimento na preparação envolve tornar-se informado, de maneira que você possa criar um ambiente pacífico e amoroso, no qual uma nova vida irá nascer, crescer e ser cuidada.

Preparando para a Gestação e Nascimento

  • Reflita sobre experiências na infância e crenças atuais sobre paternidade
  • Explore filosofias de criação
  • Trabalhe nas emoções negativas sobre a gravidez
  • Prepare-se fisicamente para a gravidez; coma alimentos nutritivos, faça exercícios regularmente, evite stress sempre que possível
  • Explore tipos diferentes de planos de saúde e opções de parto. Considere ler “Ten Questions to Ask” e “Ten Steps” da Coalition for Improving Maternity Services, e também a Baby Friendly Initiative website da UNICEF
  • Reafirme o relacionamento forte e saudável com o seu parceiro(a)
  • Estude sobre a amamentação
  • Esteja alerta e fisicamente ativa durante o parto
  • Pesquisar todos os aspectos das “rotinas” para cuidados com o recém-nascido como banho, circuncisão, colírios, exames de sangue, coleta de sangue do cordão umbilical, etc. Registre as suas preferências e compartilhe-as com os profissionais de saúde que lhe assistirão
  • Prepare-se para ter uma ajuda extra nas primeiras semanas após o parto
  • Considere uma doula para o parto e/ou pós-parto
  • Esteja preparada para fazer as seguintes perguntas caso uma situação inesperada ocorra no parto ou com o recém-nascido:
    • Quais são os benefícios dessa intervenção, e o que os seus instintos estão lhe dizendo?
    • Quais são os riscos e possíveis resultados, caso eu escolha fazer isto, ou caso eu escolha que não?
    • Quais são as outras opções?
    • Quanto tempo tenho para tomar uma decisão?

Preparando para Tornarem-se Pais

  • Instrua-se continuamente sobre os estágios de desenvolvimento
  • Defina expectativas realistas para ambos os pais e o filho
  • Converse sobre as suas preocupações, antes que elas virem crises
  • Mantenha-se flexível!
  • Informe-se sobre as opções de ensino
  • Resolva quaisquer questões sobre a sua própria infância, procurando ajuda profissional se você foi negligenciado ou submetido a abusos
Thiago Queiroz

Thiago Queiroz

Sou pai do Dante, Gael e Maya, e crio conteúdos para ajudar famílias a criarem seus filhos com afeto, empatia e sem violência. Sou líder certificado de grupo de apoio pela Attachment Parenting International, e também educador parental certificado pela Positive Discipline Association.

Newsletter

Não perca o melhor do Paizinho no seu email.

Veja esses conteúdos também!

A Dura Tarefa de Dividir Brinquedos

Às vezes, exigimos mais de nossos filhos do que eles podem oferecer, em termos de desenvolvimento. Isso acontece quando se trata de bebês dividindo brinquedos. Será que nós queremos...

Adolescentes e Disciplina Positiva

Quando nossos filhos crescem e se tornam adolescentes, como é possível continuar a criação com respeito e baseada na disciplina positiva?

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter!

Não perca o melhor do Paizinho no seu email.

Baixe agora o app do Paizinho, Vírgula!

É grátis! Tenha acesso a todos os meus conteúdos na sua mão e outros conteúdos exclusivos que só sairão no app